Junte-se a nós!Se você gosta de nerdices, geek, otaku, cult e etc!

Street Fighter: Resurrection | Série online já está disponível para ser maratonada

A série é derivada do famoso Street Fighter: Assassin’s Fist e conta com os mesmos produtores e atores, porém nem tudo são flore.



Street Fighter: Resurrection (SFR) está disponível na Amazon Prime Video, sistema de streamming da gigante de e-commerce. Apesar de divulgado pela página oficial do Street Fighter: Assassin’s Fist (SFAF), na própria página oficial do Amazon Video não há qualquer menção a SFR, assim como no site não encontramos propaganda sobre ela em suas páginas iniciais.

Problemas na produção

Os produtores da série trouxeram a público em sua página do Facebook (post acima) uma questão complicada da produção de SFR. Primeiro veio o fato da série ter sido disponibilizada no Reino Unido, Papão e Alemanha na segunda-feira, o que foi desfeito. Segundo eles a deveria estar disponível somente nos Estados Unidos e o erro está sendo investigado.

Eles ainda falaram mais sobre o financiamento e distribuição. De acordo com eles “ao contrário de SFAF (a primeira série oficial), a Machinima financiou toda a nova série e por isso ficou responsável pela distribuição internacional.” E a coisa ainda complica mais.

“Ao contrário do SFAF, o Machinima financiou totalmente a SFR e, como resultado, controla toda a distribuição internacional. Inicialmente, fomos levados a acreditar durante a produção da SFR que a série seria tão facilmente visível internacionalmente pelos nossos fãs quanto a SFAF. A equipe criativa de SFAF e SFR está plenamente consciente de quão frustrante, estranho, restritivo e desprotegido o lançamento da SFR foi para as pessoas que importam: VOCÊS, nossos fãs. Acreditem quando dizemos que estamos profundamente arrependidos e compartilhamos sua frustração e há muito tempo ficamos coletivamente calvos de tanto puxar nossos cabelos. Aprendemos com esta situação infeliz e asseguramos que quaisquer uma de nossas futuras produções de Street Fighter NÃO serão em parceria com empresas que não podem garantir uma distribuição transparente e de fácil acesso. Obrigado pela sua compreensão e apoio, e mantenham a fé em nós.”

Pelo visto os fãs brasileiros não terão acesso fácil a série.