Junte-se a nós!Se você gosta de nerdices, geek, otaku, cult e etc!

O Quarteto Fantástico | A Toca do Calango | Nível 8

A Toca do Calango é uma coluna semanal que dará dicas de interpretação e narração do hobby mais fantástico e ilimitado já criado: o RPG. Textos novos toda quarta-feira.

grupo-aventureiros

Não, não iremos falar sobre aquela trupe de heróis elementais cósmicos de uma certa HQ. Aliás, eles não estão mais unidos… Ou será que já voltaram às origens? Ah, vai saber!

Hoje iremos falar sobre a formação de uma boa equipe de campanha. Todos nós já sabemos que uma equipe eficiente precisa, necessariamente, se ajudar para conseguir superar as missões. Bem, isso só será realmente possível se o Narrador for muito gentil ou se os jogadores se organizaram e definiram quem iria ocupar cada uma das quatro funções básicas: Tanker, Healer, Caster e Expert.

Quem já jogou qualquer RPG online, MMRPG, MOBA e afins sabe bem o que é um Tanker. Esse brutamontes é um poço de dureza, pontos de vida e muita coragem! Bem, nem tanto assim. A função do Tanker é segurar todo o dano que deveria ir para os outros aliados, em D&D ele seria o guerreiro, bárbaro ou o paladino, peitando os adversários de frente e impedindo a morte precoce de membros mais frágeis do time.

Por falar em “membros mais frágeis”, o Caster ocupa maravilhosamente bem essa posição. Sim, além de ser feito de papel, o Caster é o responsável pelo dano maciço à distância, alguns truques e, talvez, alguma proteção mágica. Esse simpático mestre do oculto seria o mago, feiticeiro, bardo e qualquer uma peça chave no conhecimento mágico (ou místico) do time, podendo desvendar charadas complicadas que o Tanker sequer imaginaria.

grupo-aventureiro

Seguindo os passos do Caster de papel vem o Healer. Antes de falar dele vem a lição número 1: sempre proteja o Healer!! Se ele morrer por uma falha sua (ou do seu time) é provável que todos sigam ele para a outra vida. O Healer é o responsável por manter a saúde dos demais em dia. Venenos, doenças e ferimentos não são problema para este curandeiro supimpa. Um médico, clérigo ou mesmo um druida pode cumprir essa função numa boa.

Por fim os Experts surgem. Um bom representante dessa função terá conhecimentos e habilidades pouco usuais aos demais. Geralmente ele não estudou o que conhece, são chaveiros, armadilheiros, pungistas e especialistas na arte da dissimulação. Experts fazem parte do trabalho perigoso que os demais não conseguem, como escalar paredes praticamente impossíveis, encontrar (e desarmar) as mais mortais armadilhas, esfaquear aquele monstro num ponto vital sem ser visto chegando. Ladinos e bardos podem executar essa função sem problemas. Conhecimento de vida é poder.

E aí, o que acharam? Deixem seus comentários, dúvidas e sugestões. O que querem que seja abordado na próxima?

Leia mais sobre A Toca do Calango.