Junte-se a nós!Se você gosta de nerdices, geek, otaku, cult e etc!

O jogador faltou, o que fazer? | A Toca do Calango | Nível 7

A Toca do Calango é uma coluna semanal que dará dicas de interpretação e narração do hobby mais fantástico e ilimitado já criado: o RPG. Textos novos toda quarta-feira (se os monstros deixarem!).

rpg-equipe

Isso sempre acontece. SEMPRE. Se a sua campanha tem 4 jogadores, acredite: um deles irá faltar eventualmente. Esse é um dos maiores clichês do RPG, o jogador falta é é controlado pelo Narador como NPC Companheiro.  O jogador não falta por mal, pode ser por doença, trabalho ou assuntos pessoais. Geralmente quando isso acontece o Narrador tem duas opções: deixar o personagem sempre neutro, ou utilizá-lo da melhor forma possível.

A primeira opção é a mais viável. Se o jogador não vei, nada mais justo que ele seja sempre neutro às ações dos demais e siga a aventura sempre junto dos colegas, se o jogador deixou suas intenções antecipadas o Narrador pode ou não seguir essas intenções, a decisão deverá ser sempre favorável ao grupo e/ou ao personagem em questão. É curioso essa situação pois às vezes o personagem-jogador (PJ) faltante às vezes é crucial em uma cena que só ele poderia interpor, mas a sua falta pode botar tudo à perder e outro jogador terá que tomar as rédeas da situação.

 No caso da segunda opção, o Narrador deverá fazer o melhor uso possível do personagem, com toda a sua habilidade e lábia. O único problema é que para alguns personagens o Narrador se sai tão bem que os demais jogadores vão achar melhor mantê-lo como NPC, e não é legal que isso continue. Quando um PJ se destaca na mão do Narrador ele deve seguir a dica da neutralidade: reduza um pouco a sua participação, que force os demais jogadores a atuar no lugar do PJ faltante. O equilíbrio constante do Narrador será essencial para manter a campanha sempre com foco em quem compareceu.

A, e mais uma coisa: quem falta não ganha experiência! Não é justo, por mais que os motivos da falta sejam nobres, que o PJ faltante leve experiência equivalente aos que vieram jogar. Se um PJ faltou, ele não recebe nada de experiência e não fica com o que foi encontrado, deixando esse protagonismo para os demais. Depois o Narrador pode dar uma chance do PJ faltante recuperar um pouco da experiência que perdeu em campanha. Se o seu grupo tem o costume de sempre faltar um, tente aumentar o número de jogadores em 1 ou 2 para compensar a perda.

Até a semana que vem!

Leia mais sobre A Toca do Calango.

  • Eribord

    Se um jogador vem pra ação e por algum motivo maior precisar sair, como fica a distribuição do xp e itens?

  • Cereus • NERDestinos

    Yo! O Narrador pode optar por dar xp e itens até o momento que o jogador participou antes de precisar sair. Anote tudo na planilha para não esquecer dos detalhes. 🙂