Junte-se a nós!Se você gosta de nerdices, geek, otaku, cult e etc!

Quadrinhos em Cordel | 5 HQs para ler depois de X-Men: Apocalipse

O Quadrinhos em Cordel é uma coluna semanal do NERDestinos exclusiva para quadrinhos. Textos novos todos os sábados.

X-Men-Apocalipse-2

O filme X-Men: Apocalipse finalmente chegou às telonas na última quinta-feira (19), matando a saudade dos fãs dos mutantes e introduzindo uma nova leva de atores para o futuro dos X-Men no cinema e com a responsabilidade de manter o nível de Batman v Superman e Capitão América: Guerra Civil.

Como o título sugere, o vilão da vez é o Apocalipse. Considerado o primeiro mutante da história, En Sabah Nur (Oscar Isaac) foi louvado como um deus por diversas civilizações antepassadas passando sua consciência e poderes de corpo para corpo, acumulando assim diferentes poderes de diferentes corpos mutantes.

No mais novo filme da saga X-Men, o vilão estava adormecido desde a época do Egito Antigo, porém uma série de eventos fazem com que ele se reerga, escolha seus quatro cavaleiros e tente novamente tomar para si o posto de governante maior da raça humana. Mas para isso, ele quer dizimar o planeta e construir uma nova Terra apenas com mutantes.

O vilão é um dos mais reincidentes nos quadrinhos e, claro, foram esses mesmos quadrinhos que serviram de inspiração para o enredo e a construção de diversos elementos do filme. Hora de desvendar cinco das principais obras dos X-Men que se relacionam com o filme. E atenção, a partir daqui estão liberados os SPOILERS.

1. A Ascensão de Apocalipse (1996-97)

1298831-rise_of_apocalypse_01_page_01

Escrito por Terry Kavanagh e desenhado por Adam Pollina, A Ascensão de Apocalipse foi lançado como uma minissérie de quatro edições entre outubro de 1996 e janeiro de 1997 com o objetivo de detalhar mais a origem de um dos maiores vilões da Marvel até os dias atuais.

En Sabah Nur foi achado ainda bebê por uma tribo nos desertos no Antigo Egito e foi criado pelo líder dessa tribo, chamado Baal. Porém, o bebê achado não era simplesmente um milagre. O até então faraó Rama-Tut na verdade se tratava de Kang, o Conquistador, um viajante no tempo que voltou até a época justamente para tomar o bebê para si.

No final das contas, Kang já sabia que En Sabah Nur se tornaria futuramente um dos mutantes mais poderosos da Terra.

2. X-Men ’92 (2016-)

X-Men-92-1-Cover-a5096

A recente X-Men ’92 é o reflexo de uma geração que cresceu acompanhando os coloridos e divertidos mutantes na TV Globinho, e o próprio X-Men: Apocalipse tem influências estéticas da animação. Lógico que no filme não vemos Wolverine com roupas amarelas exuberantes, mas quem rouba a cena nesse sentido é a  Jubileu.

As inspirações ao visual idealizado por Jim Lee, visual adotado na série animada, também estão presentes na caracterização do Noturno, com um traje completamente vermelho em V até os ombros, e também do uniforme final do Ciclope, com um novo visor dessa vez prateado e detalhes em amarelo formando um X no peito.

X-Men ’92 está atualmente na edição #3 e tem roteiro e artes por Chad Bowers, Chris Sims e Alti Firmansyah.

3. A Saga da Fênix Negra (1980)

X-MEN - A SAGA DA FÊNIX NEGRA - TEMPLATE 28-09-2015.indd

Em X-Men Apocalipse, Jean Grey ainda não consegue lidar muito bem com os seus poderes, porém no momento em que o Professor Xavier está em um confronto “mental” com o Apocalipse, Jean libera todo o seu poder para ajudá-lo, levando a uma das cenas mais belas do filme em que Jean caminha em direção ao Apocalipse e o fogo liberado forma o símbolo de uma fênix.

Claro que isso tudo não é apenas coincidência. Em X-Men 2, em 2003, Bryan Singer já havia plantado a semente da Fênix Negra no enredo para concluí-lo no terceiro filme da trilogia, porém ele não pode fazer parte de X-Men 3 e o enredo foi para outro rumo.

Agora que Bryan está de volta como diretor, ele já falou que é possível, com o acréscimo de alguns elementos, adaptar para as telonas a Saga da Fênix Negra. Nesse arco, escrito e desenhado por Chris Claremont e John Byrne e considerado um dos melhores arcos dos X-Men, Jean é “possuída” pela Fênix, uma entidade cósmica.

No retorno de uma missão espacial, Jean é atingida por radiação solar e, pelo fato de ser uma mutante de nível 5, tem seus poderes de telepatia e telecinese amplificados de forma ilimitada. Com o nome de Fênix e um novo uniforme, ela retorna à Terra porém os mutantes não a reconhecem mais. Esse arco foi contado entre as edições 129 e 138 de Uncanny X-Men em 1980.

4. Arma X (1991)

tumblr_mv0lxhW6eL1rcp7bmo1_1280

O desenho acima é familiar? Pois é, nos menos de cinco minutos que vemos o Wolverine em X-Men: Apocalipse, vemos que dez anos depois dos acontecimentos de X-Men: Dias de um Futuro Esquecido ele foi capturado pelo Stryker e transformado em Arma X.

O Arma X é um projeto de pesquisa governamental clandestino que tem como objetivo capturar mutantes e fazer experimentos neles para aumentar seus poderes e torná-los em armas humanas para o próprio governo. Muitos mutantes já passaram pelo projeto como o Dentes de Sabre, Leech, o Deadpool e o próprio Wolverine.

Os dias de Wolverine como Arma X foram compilados em um arco na revista Marvel Comics Presents de 1991, com roteiro e artes de Barry Windsor-Smith.

5. A Era do Apocalipse

xm2

É claro que a obra que deu base para o filme não poderia faltar nesse top 5. Por último porém não menos importante, é questão de honra mencionar A Era de Apocalipse, uma das maiores sagas da história da Marvel nos quadrinhos e obra obrigatória para qualquer um que se diz fã dos X-Men.

Após a morte de Xavier, na tentativa de impedir com que seu filho Legião matasse Magneto em uma diferente linha cronológica, Magneto aceita a paz entre humanos e pacíficos e, no lugar de Xavier, funda os X-Men formados por Jean Grey, Tempestade, Vampira, Wolverine, Colossus, Mercúrio e mais.

Porém, isso faz com que o Apocalipse crie seu reinado na Terra 10 anos antes da linha cronológica inicial. Para derrotá-lo, o grupo decide enviar o mutante Bishop para o passado para impedir a morte de Xavier, fazendo com que o Apocalipse sequer tenha conseguido seu primeiro sucesso.

A premissa da saga nos quadrinhos destoa do que é apresentado no cinema. Como ela envolve viagem no tempo, assim como X-Men: Dias de um Futuro Esquecido que foi criticado por gerar confusão em relação a isso, os roteiristas prezaram por uma trama mais simplificada para que haja um entendimento maior do grande público.

29986-x-men-return-to-the-age-of-apocalypse-in-2015-jpeg-206191

X-Men: Apocalipse já está nos cinemas e tem no elenco Jennifer Lawrence (Mística), Evan Peters (Mercúrio), Michael Fassbender (Magneto), James McAvoy (Charles Xavier), Nicholas Hoult (Fera), Oscar Isaac (Apocalipse), Alexandra Shipp (Tempestade), Tye Sheridan (Ciclope) e Sophie Turner (Jean Grey).