Junte-se a nós!Se você gosta de nerdices, geek, otaku, cult e etc!

Quadrinhos em Cordel | 6 HQs para ler depois de Batman v Superman

O Quadrinhos em Cordel é uma coluna semanal do NERDestinos exclusiva para quadrinhos. Textos novos todos os sábados.

JLA

O tão esperado Batman v Superman finalmente chegou às telonas e já está gerando muitas opiniões controversas pela internet. Tem gente metendo pau no Zack Snyder, outros tecendo elogios à incrível trilha sonora do Hans Zimmer, tem doido falando mal do Lex Luthor e por aí vai.

Independente da sua opinião, convenhamos que o filme deixa um gostinho a mais para desbravarmos o universo DC dos quadrinhos, por isso aqui está um top 6 dos quadrinhos que precisa (não é sugestão, você realmente precisa, me agradeça depois) ler depois de ter assistido ao filme.

Ou seja, esse post tem SPOILERS! Lá vamos nós!

 

1. Trinity (2003)

bm_sm_ww_trin_dlxVer pela primeira vez a trindade reunida no cinema para combater o Doomsday foi um colírio para os nossos olhos, principalmente por conta da linda da Gal Gadot que roubou a cena no filme, mas claro que os quadrinhos já mostraram a trindade se conhecendo várias vezes e Trinity, escrita e desenhada pelo quadrinista Matt Wagner, foi uma delas.

Em vez de deter Doomsday, aqui o trio se une para combater três frentes: Bizarro, o clone Frankenstein do Superman, Artemis, guerreira amazona, e Ra’s al Ghul, líder da Liga dos Assassinos, mas não ache que foi fácil colocar os heróis lado a lado porque seus interesses e ideologias, assim como em Batman v Superman, são seus maiores inimigos.

A minissérie é dividida em três edições, cada uma focada mais em um dos três heróis, e é considerada uma das 25 maiores histórias do Batman, segundo o IGN. Trinity saiu entre junho e novembro de 2003 nos Estados Unidos e deve chegar em breve no Brasil na coleção DC da editora Eaglemoss, os amigos do Terra Zero falaram sobre a HQ recentemente no Comicpod, fica a dica.

 

2. Wonder Woman (2011-)

2780470-ww_cv17cp

Como eu falei acima, mesmo com o protagonismo de Batman e Superman, quem roubou mesmo a cena foi a atriz Gal Gadot no papel de Mulher-Maravilha. Vimos no filme que a Diana está em atividade pelo menos desde 1918 e é justamente por essa época que o filme solo dela deve se passar, mostrando sua história de origem e sua relação com outras amazonas.

É de conhecimento popular que os Novos 52 não foi um fase de grandes frutos para a DC nos quadrinhos, mas essa run do Brian Azzarello em Wonder Woman prova que toda regra tem uma excessão. Dando uma origem completamente diferente para a Diana, aqui a princesa detém seus poderes não por causa de uma magia divina mas sim porque é filha da rainha Hipólita com Zeus.

Azzarello foi o escritor da revista até a edição 35. Hoje a mensal está na edição 50 nas mãos de Meredith Finch.

3. Justice League of America (2015-)

GalleryComics_1920x1080_20150617_JLA_1_55775a378caa52.25693320

O mundo está como sempre tomado pelo crime, a população de Metrópolis, Gotham, Nova York e do resto do mundo não têm esperanças de um futuro melhor, até que um alienígena surge dos céus prometendo ajudar a humanidade e isso deixa as pessoas e o governo divididos… É, parece bastante a estrutura do universo cinematográfico da DC em relação ao Superman mas na verdade é o plot de Justice League of America, escrita por Bryan Hitch.

Nessa revista mensal, que começou a partir da iniciativa DC You, temos a Liga da Justiça estabelecida com a formação que estamos acostumados e com membros que já vimos – ao menos um pouquinho – no cinema, com exceção do Lanterna Verde até então. Enquanto a Liga tenta deter um monstro perto de uma usina energética, surge nos céus Rao, uma figura mítica kryptoniana, que promete salvar o Superman e ajudá-lo com seu novo povo mas que, claro, tem interesses pessoais.

A série está atualmente na edição 7 mas aparentemente promete já ter sua numeração zerada após o Rebirth.

 

4. The Death of Superman (1992-93)

Superman-Doomsday-color

Certamente a grande surpresa do filme foi a morte do Clark. Embora sua figura fosse controversa e sua imagem estivesse desgastada devido aos questionamentos da mídia e o incidente no Capitólio planejado pelo Luthor, toda a população se comoveu com sua morte ao tentar salvar o mundo da ameaça de Doomsday, mas assim como quase tudo em filme de quadrinhos, isso já havia acontecido antes nas revistas.

A storyline da morte do Superman nos quadrinhos abrangiu três arcos da revista do Superman entre os anos de 92 e 93, foram eles Doomsday!, Funeral for a Friend e Reign of the Supermen!, mostrando respectivamente a batalha final do Clark contra o Doomsday que culmina em sua morte, seu funeral seguido por um período de luto e aumento da criminalidade, e para finalizar, o retorno de não só uma mas quatro versões diferentes do Superman.

 

5. The Dark Knight III: The Master Race (2015-)

5063220-dk3

Dando continuidade ao terrível The Dark Knight Strikes Again que deu continuidade ao fantástico The Dark Knight Returns, The Dark Knight III: The Master Race dá um novo gás ao universo brutal e sangrento criado por Frank Miller em 1986, uma das maiores inspirações de Batman v Superman principalmente no quesito figurino.

No terceiro arco dessa grande história de Miller, que agora conta com a ajuda de Brian Azzarello no roteiro, somos pegos de surpresa por Carrie Kelley, a Robin até então, assumindo o manto do Morcego e declarando à polícia de Gotham que Bruce Wayne estaria morto. A arte ficou a cargo de Andy Kubert, Klaus Janson e do próprio Frank Miller – mas não se engane, ficou bem decente.

 

6. Injustice: Gods Among Us (2013-)

maxresdefault-18

Gostou de ver o Superman entrando na porrada com o Batman? Então Injustice: Gods Among Us é uma escolha certeira para você, mas não só por causa disso. Nesse quadrinho adaptado do jogo de mesmo nome, o Coringa sequestra Lois Lane, que está grávida, e faz com que inocentemente o Superman mate-a na tentativa de resgatá-la e ative uma bomba que destrói Metrópolis por completa.

A fúria sobe à cabeça do Clark, fazendo-o matar o Coringa e criar uma nova ordem mundial a qual ele governa acima de todos e a qual o Batman se opõe liderando uma rebelião. Porém, cinco anos depois a Liga descobre que há um universo paralelo em que o plano do Coringa não deu certo e o Superman não foi à loucura, então Mulher-Maravilha, Aquaman, Lanterna Verde e Arqueiro Verde se teletransportam para esse outro universo em busca de ajuda.

A melhor parte disso é que a DC não só pode usar isso no cinema como há indícios de que vai. Na primeira aparição do Flash em Batman v Superman, durante um delírio do Bruce, vemos o Barry aparentemente vindo de outra dimensão para dar um recado ao Bruce dizendo que a Lois Lane é a saída, que o Superman é exatamente aquilo que ele imaginava ser e no final se pergunta “Eu cheguei muito cedo?” antes de sumir. Seria um Flash de outro universo? Um universo em que justamente a Lois morreu e o Superman entrou em fúria?

O Superman também não parece nada feliz durante esse outro delírio do Bruce Wayne
O Superman também não parece nada feliz durante esse outro delírio do Bruce Wayne

Enquanto não temos mais filmes da DC nos cinemas, pelo menos até agosto quando teremos Esquadrão Suicida, nos resta apreciar os quadrinhos e especular sobre o que a Warner pode estar planejando para o futuro. Unite the seven!