Junte-se a nós!Se você gosta de nerdices, geek, otaku, cult e etc!

Sana Fest 2016 | Dois dias que pareceram dois minutos

sana-fest-2016-dia1 (9)

Como já diz o ditado, “tudo o que é bom dura pouco”, com o Sana Fest 2016 não foi diferente: dois dias que pareceram dois minutos. O evento aconteceu nos dias 23 e 24 de janeiro em Fortaleza-CE, organizado pela Fundação Cultural Nipônica Brasileira (FCNB), e contou com várias atrações e convidados, entre eles um monte de youtubers e o lendário Walter Jones, o primeiro Power Ranger Preto. Puxe a cadeira para ler essa matéria que ficou enorme!

 A viagem foi longa e cansativa, mas valeu à pena. Fortaleza é linda e o Sana Fest nos deixou de queixo caído. Logo no primeiro dia era possível ver os ônibus que traziam as caravanas, e a enorme fila que dava a volta na entrada do Centro de Eventos do Ceará para a lateral. Tinha de tudo lá, cosplayers ainda à paisana, pais levando seus filhos, casais de namorados combinando personagens, até família combinando personagens e muita, muita diversão. A empolgação só aumenta quando se chega cedo, foram uma hora de meia sabendo mais de quem estava lá, opiniões sobe o evento, e ninguém falou negativamente de anos passados.

sana-fest-2016-dia1 (62)

Por falar em diversão o evento proporcionou aos visitantes gameplay de todos os tipos: jogos de dança em telões, jogos de luta, MOBA, Counter Strike, e esses são apenas alguns dos poucos exemplos de jogos disponíveis na Arena Sana Games (ASG). O palco do ASG mostrou um pouco dos jogos independentes, como o formidável Trajes Fatais, conversou com os convidados Muca Muriçoca (que era mais ovacionado, e assediado, que o próprio Walter Jones), Gordox, MetaleiroCasa do Kame (este que, aliás, estava gravando sua visita ao evento numa boa), Bruno SutterKuma Cômico e General do Medo. Claro que também houveram vários campeonatos, tanto de jogos conhecidos, como Street Fighter IV, a até o Trajes Fatais, e encabeçando no palco o Heathstone e as finais de Legue of Legends e Dota 2.

Na área central do Arena Sana Games haviam também estátuas de séries animadas como o pirata de borracha Luffy de One Piece, o sapo gigante Gamabunta de Naruto, a nuvem voadora de Dragon Ball, o dinossauro Yoshi de Mario Bros., o trono de Atena de Os Cavaleiros do Zodíaco e a Caixa de Pandora da Armadura de Ouro de Libra também de Os Cavaleiros do Zodíaco. Tudo isso rendia minutos eufóricos dos fãs sempre querendo tirar sua foto com esses itens icônicos de cada animação. Longe dali havia também outro item que foi igualmente competido para uma foto: o Trono de Ferro de Game of Thrones estava lá, na nossa frente, em tamanho real, e uma fila razoável sempre cercava o objeto. No andar de cima havia uma Tardis, a nave espacial e máquina do tempo da séria Dr. Who, em tamanho real e inesperadamente sem muitos fãs para tirar a sua foto com a cabine voadora da polícia de Londres.

Atrás do Trono de Ferro era possível participar de uma arena de Sword Play, um tipo de combate real com armas falsas, geralmente cobertas de espuma para não machucar os participantes, mas com regras muito bem definidas. Visitantes equipados com armaduras, espadas e escudos poderiam duelar com outros em uma batalha “mortal” até o juiz local decidir quem ganhou. O ambiente era igualmente decorado para lembrar a época medieval das lutas de cavaleiros e espadas e todo o fã de RPG deveria ver como é emocionante aquele clima de fantasia medieval e cavalaria ao redor daquele estande.

Bem perto do estande de Sword Play havia também um de maquiagem de terror. Qualquer visitante corajoso poderia fazer a sua maquiagem, e para provar que a coisa era realisticamente assustadora haviam quatro maquiados de zumbi posando para as fotos. As maquiagens eram perfeitas, lembravam muito os filmes de terror com efeitos similares, e também séries como The Walking Dead. Não era difícil encontrar visitantes que já estavam maquiados com um ferimento no rosto criado pelo maquiador e se houvesse um socorrista desatento facilmente confundiria o visitante com alguém ferido de verdade. Eu não arrisquei fazer uma maquiagem, mas devo admitir que foi tentador.

sana-fest-2016-dia1 (65)

Centralizando mais o evento, uma área gigante com várias barracas que vendiam tudo o que um nerd, geek, fã pop ou fã de anime procuraria. Bonecos de anime, action figures, camisas, máscaras, chapéus e até espadas. Lembranças era o que não faltava, na verdade parecia que os lojistas estavam preparados para vender até a barraca com um atendimento maravilhoso e educado. Não era muito difícil achar o que se procurava, um breve passeio e eu encontrei uma loja repleta de livros de Dungeons and Dragons, o primeiro RPG da história, ainda mais o Livro do Mestre da edição 3.5 ainda novinho, mas com o preço pra lá de salgado.

As outras várias salas eram um espetáculo à parte. A Arena Dominaria Sana Ludus entupiu as mesas de cartas de Pokémon, Yu-Gi-Oh!, Battle Scenes e o famigerado Magic. Os campeonatos de card games presenteavam os vencedores com um ou dois boxes do jogo. Outra sala exibia itens colecionáveis de Guerra nas Estrelas (Star Wars) e também uma Tardis em tamanho real para os fãs pirarem de vez, nesta mesma sala rolava bate-papos sobre a produção dos filmes e séries do tema. Ao lado tinha uma sala que debatia apenas tokusatsu, aquelas séries japonesas de heróis e monstros, dentre eles Kamen Riders, Henshin Heros e Super Sentai eram os temas mais frequentes, com sorteios entre um tema e outro dando mais força para os visitantes se manterem na sala. A maior maravilha foi a sala gigantesca do Cine Sana com diversos episódios e filmes de anime, foram exibidos desde Fairy Tail, passando por One Punch Man, Digimon, Gundam, Os Cavaleiros do Zodíaco, One Piece, Naruto e finalizando o primeiro dia com o épico Dragon Ball – O Renascimento de F. e o segundo dia com o filme live action Ataque dos Titãs.

Os cosplays foram um show à parte. Cada um melhor do que o outro, e eu posso dizer que estavam a um nível Comic Con! Tinha Goku e Link criança, casal Scooby Doo, Deadpool (váááários!), Mestre dos Magos, Jason, Lilith e Morrigan, um monte de League of Legends, Fred Flintstone, Rey de Star Wars, Kylo Ren e uma porrada de Jedi, família Star Trek e isso era só o começo. Na nossa galeria de fotos você pode conferir alguns deles, além das salas temáticas. É maravilhoso saber que o brasileiro está se empenhando mais ainda, a cada ano, em fazer o melhor cosplay possível – até os cospobres estavam incríveis! –, sempre se atentando aos detalhes dos personagens que estão copiando e conseguindo mimetizar cada gesto, feição e comportamento.

E não para por aí, porque a lista de convidados era imensa! Os já citados youtubers Muca, Gordox, Zangado, Metaleiro, Casa do Kame, Kuma Cômico e General do Medo estavam lá para palestrar e fazer suas respectivas gravações durante o evento para seus canais. Muca, particularmente, fez a festa dos fãs e teve até uma corrente de seguranças para conter os ânimos de quem queria aparecer no canal do cara. Já o Nelson Júnior, fundador do Casa do Kame, pôde caminhar tranquilamente pelo evento gravando suas cenas e tirando fotos com os fãs. Os demais youtubers apareceram mais em palco ou em salas atendendo os fãs com fotos e autógrafos. Walter Jones também tinha seguranças o cercando, fãs queriam uma foto, mas a coisa com ele era um pouco diferente, as fotos dos fãs brasileiros com o ator tinham um valor bem salgado, como visto na página do Sana no Facebook, somado aos 70 reais do ingresso as coisas ficam mais salgadas ainda. Ainda há uma contradição quando se diz que eles preferem trazer atrações gratuitas, sabendo que ali até para entrar se paga. Apesar da confusão nas explicações e do valor extra para tirar uma foto com o primeiro Power Ranger preto, nada disso tirou o brilho de termos um herói da nossa infância passando ali na nossa frente. Era um momento épico e mágico!

Volto a repetir: foram dois dias que pareceram dois minutos. Era tanta empolgação, tanta coisa a ver, tanta coisa a registrar que ficava cada vez mais impossível não se sentir à vontade e confortável de estar em um ambiente onde todos estão claramente felizes de estar ali. Fica a vontade de ir ao Sana 15 anos no meio em julho, esperando que seja maior, melhor e épico.

Ah! E aproveitem a nossa galeria, acho que conseguimos registrar mais da metade dos cosplays que andavam por lá. Sim, eram muitos!